Consulta de resultados online Aceda aqui à sua área reservada

Formação profissional de Técnicos de Anatomia Patológica

O IMP Laboratório acolhe anualmente alunos do curso de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica no regime de estágio curricular, contribuindo para a sua formação profissional.


A excelência técnica dos serviços prestados representa uma das pedras basilares da missão do IMP Laboratório. Enquanto entidade que prioriza a qualidade superior da equipa técnica, desde logo o IMP Laboratório apostou na formação profissional de Técnicos de Anatomia Patológica. Nesse sentido, foi estabelecido um protocolo com a Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP), segundo o qual o IMP Laboratório recebe anualmente alunos do curso de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica em regime de estágio curricular.

"Desde a reabertura da Licenciatura de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica (APCT) na ESTSP, temos tido a colaboração do IMP Laboratório na formação dos nossos estudantes, nomeadamente nos estágios integrados nas unidades curriculares de Educação Clínica. Esta formação in loco é de extrema importância para os estudantes adquirirem e reforçarem conhecimentos, aptidões e atitudes necessária para um desempenho profissional de excelência. Neste contexto o IMP Laboratório tem sido uma Instituição de Acolhimento de referência para a ESTSP, aprimorando por uma educação clínica diferenciadora e de excelência aos nossos estudantes "

Professora Doutora Regina Silva
Vice-Presidente para a Área de Investigação, Relações Externas e Internacionalização
Coordenadora de Área e da Licenciatura em Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica
ESTSP

Testemunhos de ex-estagiários de APCT no IMP Laboratório


"(...) Durante o meu percurso académico, o feedback que tive relativamente ao IMP Laboratório foi muito positivo e fez-me perceber que o nível de exigência era elevado, o que me incentivou a escolher este laboratório para poder estagiar. Estagiar neste laboratório foi sem dúvida uma mais-valia para a minha formação profissional, pois fui muito bem recebida por todos os profissionais, sendo que adquiri uma maior autonomia nas tarefas que desempenhei no laboratório. Posso mesmo dizer que quando terminou o estágio me sentia totalmente integrada na equipa de trabalho, e que a aprendizagem foi sem dúvida mais eficaz pelo conhecimento que os Técnicos de Anatomia Patológica me proporcionaram. Considero que o rigor, exigência e bom ambiente existente neste laboratório são fundamentais para o sucesso na aprendizagem que esta instituição desempenha na formação profissional dos estagiários."

Ana Raquel Ribeiro


"Escolhi o IMP Laboratório para o estágio curricular visto ser das poucas instituições privadas em que são disponibilizadas vagas e isto permitiria a obtenção de conhecimentos diferentes dos adquiridos nas instituições públicas onde temos frequentemente aulas, sendo esta experiência diferente e, por isso, enriquecedora. No final do estágio todas as minhas expectativas foram ultrapassadas, uma vez que recebi um acompanhamento muito superior ao esperado e a fácil integração na equipa potenciou a obtenção de conhecimentos práticos e teóricos que se complementam aos conhecimentos curriculares e lhes adicionam valor."

Cátia Carvalho


"Eu, para a realização deste estágio escolhi o IMP Laboratório porque tinha interesse em saber como era a rotina de um Laboratório. Para além disso, o que infuenciou a minha decisão foi a opinião dos colegas de anos anteriores que realizaram estágio nesta instituição (...) Graças à disponibilidade de todos os técnicos do Laboratório, foi possível realizar algumas das tarefas que fazem parte da rotina de um Serviço de Anatomia Patológica o que permitiu desenvolver competências práticas. Considero que a minha passagem no Laboratório foi muito enriquecedora, uma vez que foi possível consolidar os conhecimentos teóricos com a prática. É de salientar que fui muito bem recebida e agradeço a amabilidade e atenção dispensada pelos técnicos que me acompanharam e que contribuíram positivamente para a minha formação profissional."

Irina Pereira


Data de publicação: 3/8/2015